Café filosófico

Daí que eu tava no shopping na quarta-feira à tarde com o Henrique (cala a boca, a gente merece uma folga!) e a menina supersimpática do Starbucks chega na nossa mesa:

– Oi! A gente vai fazer uma degustação de café, vocês querem participar?

Como queríamos tomar café de graça temos bom coração, aceitamos. Foram dez minutos instrutivos:

1. Você sabia que o Café Kenya é uma marca premium e cada saca é vendida em leilão? Mas é claaaaro que o Starbucks compra direto, né!?

2. O café feito na prensa francesa é melhor porque ele “dá tudo o que tem pra dar” (nesse momento, nós dois estávamos segurando o riso loucamente).

3. A degustação do café tem três passos. E nenhum deles evita que você queime a língua.

4. O açúcar tira “muitas das propriedades próprias do café” (sério). Mas café sem açúcar tem gosto de água suja.

Só não consegui entender o que faz dos funcionários do Starbucks os mais felizes do planeta…

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s