Uma linda história de amor, não fosse o momento completamente inapropriado

A história é longa, mas vale a pena!

Tenho uma amiga que é alvo dos piores xavecos (essa palavra ainda existe?) do mundo. Ela recebe uns nas ocasiões mais bizarras, das pessoas mais improváveis. Dia desses, a bateria do carro dela descarregou. Isso umas 5 da manhã. Ela ligou para o seguro e ficou esperando… Em inacreditáveis 10 minutos, o socorro chegou.

(Ah! É preciso dizer: minutos antes, ela recebeu no celular um SMS do brother do guincho, dizendo que já estava chegando)

A princípio, eram três caras para ajudar a “moça desacompanhada”, como definiu a atendente do seguro. Quando viram que o problema não era tão grande, dois foram embora. Ela ficou lá, com o mecânico. O cara deu carga na bateria (sem trocadilho), fez o que tinha que fazer e o carro ficou direitinho. O bizarro começa mesmo depois disso:

ELE – Você vai para onde?
ELA – Pra minha casa. (afinal, eram cinco da manhã!)
ELE – Posso ir junto?
ELA – ???????????????
ELE – Não, não, é só porque o carro pode ter uma pane elétrica, o que é muito perigoso
ELA – ???????????????
ELE – Então vamos fazer assim: ficamos aqui por mais 15 minutos pra dar tempo de dar a carga total na bateria
ELA – Ok.

Na verdade, ela só aceitou porque tinha um segurança-amigo na rua. Na realidade, ele tava rindo da situação, mas era amigo. E o cara continuou:

ELE – Você não quer entrar comigo no carro? Está tão frio aqui fora…
ELA, quase a ponto de chamar a polícia ???????
ELE – É que a gente sempre se preocupa com os clientes e você precisa ficar acelerando o carro para carregar…
ELA – Não, obrigada.

Então, a tacada final:

ELE – Mas você vai para casa sem café da manhã? Não vou deixar, te convido para ir comigo tomar um gostoso café. Aqui, o cliente tem um tratamento especial!

(Ahãm, sei o tipo de tratamento que ele quer dar)

Ela bateu a porta do carro e foi embora. Ou melhor: agradeceu, fechou a porta e saiu, vermelha que nem um pimentão.

MORAL DA HISTÓRIA: jamais deixe a luz do seu carro acesa. Você pode ser alvo do ataque do mecânico. Especialmente na madrugada e se estiver sozinha.

Anúncios

Uma resposta em “Uma linda história de amor, não fosse o momento completamente inapropriado

  1. Pingback: Ok, mais uma história de amor « Só mais uma coisa…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s