Assunção, Paraguai

A decisão de ir pro Paraguai foi uma das mais rápidas que tomei na vida. Também, não tem motivo pra ficar pensando numa resposta quando a amiga pergunta: “quer ir pra Assunção comigo no feriado?”. É só dizer sim ou não.

E todo mundo sabe que eu não sei dizer não.

Como é

Assunção, a capital paraguaia, é tipo Sorocaba. Sei lá porque, mas encasquetei com Sorocaba. A cidade tem ares de interior, mas com umas avenidas intermináááveis. Fiquei três dias por lá e não consegui me localizar (e se tem uma coisa que funciona em mim é minha bússola interna).

Não existe classe média em Assunção. Ou melhor: se existe, não vi. Ou a galera é muito pobre ou muito (muito) rica. E ninguém se mistura por lá, é cada um no seu quadrado, com a sua turma.

O que vi por lá

Não posso mentir: a cidade não é bonita nem tem muita coisa pra ver. Os próprios paraguaios não sabiam pra onde me levar por lá. Dei uma passeada pelo centro, que tem vários prédios coloniais e alguns ultramodernos. Vai entender.

Também me levaram (de carro, não dá pra depender do transporte público lá) para o bairro dos ricos&famosos. Umas casas gigantescas que fazem você esquecer que tá no Paraguai. Até chegar na esquina seguinte.

Eu na frente do Palácio de Versalhes da casa do (ex) ex-presidente paraguaio

O que fiz por lá

Fui numas baladas também. Sim, “balada” mesmo, com direito a putz-putz e camarote. Não é minha pegada, mas “em Roma, como os romanos”. A cerveja no Paraguai é tão barata que eu só tomei Budweiser, Stella Artois e Heineken, fazendo a linha rica (rico toma cerveja?).

Nada de “Betão”, “Giba”, “amigo”: para chamar o garçom, é só apertar

A balada também é meio sem foco: toca de reggaetón a eletrônico. O melhor é o povo dançandinho a dois: não tem pegação, mas fica todo mundo em parzinho, meio de mão dada.

Fiz compras também. Não tem como não fazer: as coisas custam pouco e nosso dinheiro vale muito. Nem trouxe (tanta) muamba. Mas se esse é o seu objetivo, passe o dia na Galeria Central. Paraíso dos eletrônico, tem até iPad pra vender.

Vale a pena ir?

Sim, vale. Mas não precisa tirar uma semana de férias para isso. A não ser que queira conhecer um pouco do interior, mas aí não faço ideia. E leva dinheiro, porque as compras serão muitas, mesmo que você não seja shopaholic.

Leia também: Só no Paraguai

Anúncios

28 respostas em “Assunção, Paraguai

  1. Oi!
    Estou indo passar o fim de semana em Assuncion. Podes me dar dicas sobre as baladas mais legal, bem frequentada e com musica boa?

    Abs.

    Débora.

  2. Então, eu fui em uma chamada Bambuddha, mas parece que só dá pra entrar com nome na lista (não sei se é impossível de colocar). Essa daí que é bem “mip”, como eles dizem…

    Fui também numa chamada Kaboom, que fica no Paseo Carmelitas e bomba lá pra umas 2h da manhã (antes disso, é tipo um lounge, mas com música animadinha). No Paseo Carmelitas também tem um pub legal (chama Kilkenny, se não me engano), uns restaurantes bons e uma balada de karaokê (se bem que na noite que eu fui não era karaokê, era baladinha mesmo).

    Fui também num bar bem legal, o Astoria. Fica perto do Carmelitas, mas nào sei dizer exatamente o nome da avenida…

    Beijos

  3. Fiquei quatro dias curti anoite de montao, adorei, povo agradabilissimo, fiz varias amizades e curti muita discoteca e muita cerveja, dancei , namorei e fiz muitos amigos.Volto em janeiro. Idelson

  4. Adoroooo Assunção, lugares maravilhosos para balada, gente bonita, amigável e o que é melhor os paraguaios além de lindos adoram brasileiras, rs..D++++++…beijos

  5. Oi tudo bem? Então… Estive vendo esse lançe do paraguai, queria saber o quanto nosso dinheiro realmente vale por lá? Estive fazendo umas conversões monetárias e achei muito o valor, por exemplo 1,00 real é equivalente a 2572,2212 guarani paraguaios, realmente isso por lá é muito, ou seria igual ao cruzeiro que tivemos?

  6. Oi, Aleff!

    Então, é isso aí mesmo. Todos os preços no Paraguai são desse tipo: 20 mil guaranis, 50 mil guaranis… Na época que eu fui, troquei R$700 e recebi mais de um milhão de guaranis.

    Assusta, mas chega uma hora que vc acostuma! 🙂

  7. Pingback: Só no Paraguai… | Só mais uma coisa…

  8. A balada por lá começa que horas +ou-? pelo que vi é umas 2hs?
    É isso mesmo ou depende do lugar?

  9. Sérgio, a balada até começa cedo. Como no Brasil, muitos lugares dão desconto (ou oferecem mesas, por exemplo) para quem chega até 11h ou meia-noite.

    Mas as baladas vão até umas 4h, então não precisa chegar SUPER cedo, não…

  10. Ola Carol, sou amigo do Sérgio, chegaremos numa sexta-feira a meia-noite de lá, até pegar as malas e tal não chegaremos em nenhuma balada antes da 1h ou 2h, vc aconselha alguma balada que seja boa e começe um pouco mais tarde? Sabe sobre a Glam e o Coyote?

  11. Oi, Thomaz!

    Então, é possível entrar nas baladas mais tarde. Talvez vocês tenham que pagar alguma coisa, mas (em geral) tudo acaba sendo bem mais barato porque nossa moeda é forte em comparação com a deles. Além disso, sempre vale chorar o preço pra entrar…

    Eu ouvi falar sim dessas baladas e ouvi falar bem (mas é bem esquema balada, na linha da Bambhudda). Se bem me lembro, acho que até cheguei a passar na Glam, mas depois fomos para outra balada (não porque estava ruim, mas porque tínhamos amigos na outra).

    Na real, vale a pena chegar e tentar entrar. Porque tem gente chegando a noite toda na balada – o que pode ser que mude, como disse, é o preço que paga pra entrar!

    Boa sorte!

  12. Obrigado pela dica Carol. Vamos decidir agora aonde ir. Vc ficou em hotel ou albergue?

  13. ùltima pergunta hehe… O bairro legal com os barzinhos lah eh o Paseo Carmelitas neh? Ou tem outros?
    bjos

  14. Sim, nos arredores do Paseo Carmelitas existem vários bares e restaurantes legais. As baladas, pelo que me lembre, também não são muito longe de lá, não.

    Não sei se tem mais um bairro desse tipo por lá. Aí, só perguntando pros paraguaios (até porque eu fui há mais de um ano, é capaz que tenham surgidos coisas novas…)

    boa viagem!

  15. Adorei as dicas que você colocou. Estou indo para Assunção e fiquei procurando na web e achei o teu WP que tirou todas as minhas dúvidas.

    Obrigado

    Michele Lopes

  16. Boa tarde! Estou indo dia 03/01 para assunção estudar e passarei um mês é melhor sacar dinheiro lá ou levar uns dolares! Agradeço a ajuda.

  17. Oi Carol,

    sou empresario em Sp , estou em contato com uma empresa do Paraguay , devo começar ir com frequencia , e suas dicas foram super importantes, para nos aproximar da cultura e lugares .
    parabens.

  18. kkk sou um brasiguaio com muito orgulho de Maringá PR e vivo em Curitiba PR quando digo que lá não tem clase média ninguém acredita … e a dança como sempre de parzinho … que bom que comparou a Sorocaba SP … Paraguai pra quem não conheçe é bem isto ai abraços

  19. Estarei indo para acuncao no final de julho,por conta e risco,encontrar um amigo que mora la,alguem ja foi de onibus?E se foi qual empresa he melhor?

  20. acredita em mim..

    eu fiz mais passeios culturais la do que em sp

    eles tem uma casa cultural do livro …
    estou indo pra la dia 20 e se deus quiser não volto

  21. o paraguai em geral e um país simples , quem procura luxo nao va,a cultura e os costumes deles e a musica soa muito interessantes,em geral as paraguaias sao lindas,se vc souber as linhas de onibus vc se vira muito bem ,elas cortam assuncion ate as cidades proximas , passagem a 2.400 guaranis =R$ 1,20.EM GERAL E UM OTIMO LUGAR P VIAJAR .e penso em morar por la , por ser tao tranquilo .

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s