Vamos acabar com a falsidade?

Quando eu tava no colégio, lá pela sétima série, a minha turma não vivia sem uma fofoca. Era meio que praxe um falar do outro. Sabe aquela coisa do “a fulana me disse que te acha falsa/metida/chata”? Então, era tudo assim. No fundo éramos amigos, mas por insegurança, ciúmes ou pura infantilidade fazíamos dessas coisas.

Corta para 2010. Uma parte da turma mudou de cidade, outra parte se afastou, uma terceira ainda mantém algum contato. Novos amigos apareceram, alguns ficaram, outros foram tão rapidamente quanto vieram. Mas é impressionante como ainda tem um ou outro que custa em abandonar a sétima série.

Em 1997, éramos crianças de 13 anos. Ou melhor, éramos crianças que se achavam adultas só porque tinham 13 anos. Hoje, tá todo mundo com 24, 25, 26 anos, trabalhando, estudando, pagando conta. Mas ainda tem quem não queira tocar a vida.

Vamos deixar de lado esse tititi e aceitar que não somos mais crianças? Vamos construir alguma coisa de verdade e não ficar só monitorando a vida alheia? Vamos deixar os outros serem felizes – e ser feliz também?

Amicos, vamos crescer?

Foto daqui.
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s