O carnaval de Olinda

Você não pode dizer que conhece carnaval de rua sem ter ido a Olinda.

Durante os quatro dias de festa a cidade pernambucana respira carnaval. Toda casa vira uma possível hospedaria, toda garagem se transforma em restaurante improvisado. Toda a cidade vai para as ruas, acompanhada por uma multidão de turistas que não se cansam de acompanhar os blocos e troças carnavalescas.

E haja preparo físico! Olinda é feita de ladeiras e elas são passagem obrigatória no percurso dos blocos. Além disso, o calor senegalês da cidade torna a tarefa de acompanhar as troças ainda mais desafiadora.

A bebida é barata (para os padrões paulistas) e a comida é uma pechincha (para padrões mundiais). Para se ter uma ideia, é possível comer a tapioca mais famosa do Brasil (no alto da Sé) com R$3.

As bandas são um show à parte. De marchinhas a sucessos atuais (o do momento foi aquele chiclete do “vou não, quero não, posso não…”), elas são um convite irresistivel para nos fazer entrar no clima de carnaval. E o melhor, de graça.

E o desfile dos bonecos gigantes? Inacreditável!

Eu amo o carnaval do Rio, mas só entender o que é bloco de verdade em Olinda.

(As fotos são do Fernando Brito, o Samba)
Anúncios

Uma resposta em “O carnaval de Olinda

  1. Pingback: Roteiro de férias | Só mais uma coisa…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s